'Você está bem de corpo!', diz Temer a Joesley

A conversa gravada pelo empresário Joesley Batista no porão do Palácio do Jaburu que expôs o presidente Michel Temer tem trechos que mais parecem com a prosa entre amigos. Na parte final do diálogo, depois de confessar que não conseguiu ficar morando no Palácio da Alvorada, Temer elogia a compleição física do dono da JBS. O presidente foi denunciado nesta segunda-feira ao Supremo Tribunal Federal.

— (...) Mas você tá bem de corpo, não é Joesley?
— Tô bem. Deixa eu pegar (ininteligível).
— Emagreci, tô bem.
— Você emagreceu — confirma Temer.
— Emagreci.
— Preciso fazer isso — completa o presidente.
— É. Eu ... eu to me alimentando bem. Comendo mais saudável. Mas não é comendo pouco não. Tô comendo bastante. Mas, coisa mais saudável.
— Entendi — comenta Temer.
— Menos, menos doce. Menos industrializado — explica Joesley

O presidente pergunta se ele está sendo orientado por nutricionista e Joesley confirma.
Pouco antes de falarem sobre dieta saudável, Temer e Joesley falam sobre a fracassada tentativa do presidente de morar no Alvorada. Temer confessa que lá teve dificuldade de dormir. O mesmo ocorreu com sua esposa Marcela. Para a PF, Temer chega a comentar que teria fantasma lá.

— Eu fiquei uma semana lá, aquilo é um horror — admite Temer.

A transcrição da gravação incluída no relatório final da Polícia Federal no inquérito que investigou o presidente Temer mostra ainda que a entrada de Joesley no Jaburu foi feita sem registro. O empresário relata isso ao presidente que concorda com o método extra-oficial de entrada na residência oficial.

— Eu passei a placa do carro — conta Joesley, referindo-se a ter informado por telefone a identificação de seu veículo para o ex-deputado Rocha Loures.
— Eu sei, sei — diz Temer
— ... fui chegando, eles abriram, nem dei meu nome. (...) eles viram a placa do carro, abriram, eu entrei, entrei aqui na garagem.
— É o melhor — comentou Temer.

O Globo
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe