Publicidade

Ceará estuda projeto de gasoduto para o Interior

O Governo do Estado iniciou os estudos de um gasoduto para abastecer o Interior do Ceará. A região do Vale do Jaguaribe seria a primeira beneficiada com o equipamento. A informação foi confirmada por Antônio Balhmann, assessor especial para Assuntos Internacionais do Estado. Hoje, ele se reúne com empresários no Rio de Janeiro para viabilizar interessados para o projeto.
“Temos amanhã (hoje) tratativas no entendimento de municiar um gasoduto, para que indústrias possam ser instaladas no Interior do Ceará, sejam elas dos setores de cerâmica, agronegócio, etc”, explicou Balhmann. Participa da comitiva um empresário espanhol que não teve o nome divulgado. No projeto, o gás seria distribuído pela Companhia de Gás do Ceará (Cegás) e a Kogas. Esta última é uma empresa coreana que vai instalar uma unidade de regaseificação na região do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp).
Contudo, caso o empreendimento não tenha interessados, alternativas são “ventiladas”. Uma delas, explica, seria a construção pequenas unidades regaseificadoras ao longo da ferrovia Transnordestina, que corta o Ceará. “Alimentaríamos as indústrias com interesse em se instalar na rota da ferrovia. Assim, poderiam abastecer, pela proximidade, a região do Cariri e até o polo gesseiro de Pernambuco”.

Modal rodoviário
Os serviços de transporte do gás - para o abastecimento da Cegás/Kogas foram oferecidos pelo empresário espanhol Ángel Riudalbas, ex-presidente da Mallory, ao Governo do Estado há duas semanas. “Ele discutiu conosco a possibilidade de oferta com a Cegás. O transporte seria feito pelo modal rodoviário”, disse Maia Júnior, titular da Secretaria de Planejamento e Gestão do Ceará.

O POVO Online
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe