Eunício peita Meirelles e mantém repasse para Educação e crianças ameaçadas de morte

O presidente da República em exercício, Eunício Oliveira (PMDB), contrariou, nesta sexta-feira (7), o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e manteve o repasse de recursos para a Educação e para crianças e adolescentes ameaçados de morte.
O todo-poderoso da economia queria que Eunício vetasse um trecho da lei que devolve ao erário valores de precatórios não sacados. O trecho garantia 20% dos recursos para a Educação e outros 5% para crianças e adolescentes ameaçados de morte.
Eunício mostrou independência e sancionou a lei sem a alteração, ignorando o pedido do ministro. Henrique Meirelles não costuma ouvir “não” nem mesmo do presidente Michel Temer (PMDB).

Ceará News 7
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe