Ministro admite que corte pode afetar ações da PF

O ministro da Justiça, Torquato Jardim, admitiu ontem que o contingenciamento de verbas do governo federal pode afetar a Polícia Federal. Segundo disse, a falta de recursos pode levar a uma “seleção de ações”, o que deve atingir a Operação Lava Jato, hoje a maior investigação conduzida pela PF.
“Sendo honesto, sincero e transparente, (o contingenciamento) poderia implicar um processo seletivo de ações, não realizar todas as ações necessárias”, disse. O ministro da Justiça defende que há um “constrangimento orçamentário”, não corte. “O constrangimento de orçamento é notório. Mas não há corte. Há contingenciamento”, completou.

O POVO Online
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe