Publicidade

'Alemão' tentou fugir por saída de ventilação de cela, diz Sejus

Os internos Francisco Jussivan Alves dos Santos, o "Alemão"; Antônio Carlito Avelino, conhecido por "Boi"; e Paulo Laércio Pereira de Freitas, chamado por "Paulo Cabecinha", tentaram fugir da Penitenciária Francisco Hélio Viana de Araújo, em Pacatuba, pela saída de ventilação da cela onde estavam aprisionados. De acordo com a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus), os três serraram as barras de ferro, cortaram grades que separam as vivências da muralha e produziram uma "teresa", corda feita de lençóis, para escalar a muralha. 
Conforme a Sejus, do lado de fora da unidade prisional, pessoas ainda não identificadas davam suporte à fuga com uma escada e carro. A ação aconteceu na madrugada desta terça-feira (08), por volta de 1h20. Os agentes penitenciários identificaram toda movimentação pelo sistema de monitoramento. Os policiais que faziam a segurança da muralha deram um disparo de advertência, quando pessoas que davam apoio externo à fuga começaram a disparar contra eles. Houve troca de tiros.

Feridos
Durante o confronto, um policial foi atingido de raspão, já Antônio Jussivan e Antônio Carlito ficaram feridos e foram encaminhados ao Instituto Dr. José Frota (IJF). 'Alemão' passou por procedimento cirúrgico e passa bem. Antônio Carlito está sendo submetido a exames. A Pasta informou que, ao longo do dia, será realizada uma contagem na unidade prisional.
"Alemão" tem 50 anos e sua última entrada no sistema penitenciário cearense ocorreu em 2010. Ele é um dos mentores ao assalto ao Banco Central, ocorrido em 2005. Antônio Carlito tem 50 anos, responde a homicídio e roubo e está preso desde 2010. Paulo Laércio tem 36 anos, responde por homicídio, receptação e roubo e está recolhido desde 2014. As datas referem-se a última prisão de cada um, mas os três têm outras passagens pelo sistema penitenciário cearense.

Diário do Nordeste
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe