Comoção e tristeza marcam o enterro de mãe e filho em Logradouro

Nesta terça (15) o distrito de Logradouro, Santa Quitéria, deveria encerrar oficialmente os festejos de sua padroeira, Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Os moradores só não contavam que a tragédia acontecida na manhã de segunda (14) anteciparia o fim do novenário.

O acidente envolvendo um ônibus escolar que vitimou mãe e filho em frente à Escola Gustavo Rodrigues Rosa é uma cena que dificilmente sairá da memória da comunidade.
Os corpos de Edna Mesquita Tomé, 22, e Juan Pedro Tomé dos Santos, 03, chegaram na capela do distrito no final da noite de segunda e foram velados por todo o dia de ontem, recebendo as últimas homenagens de familiares, amigos, colegas de trabalho e autoridades.
No momento da celebração da Santa Missa, a comoção e a tristeza tomaram conta do ambiente. A celebração foi presidida pelo vigário Pe. Elânio e em seguida, os corpos foram em cortejo ao cemitério do distrito, onde foram sepultados.

Investigações
Ainda na segunda (14), o motorista do ônibus Luiz Antônio Fernandes Franco, 49, se apresentou na Delegacia de Polícia Civil, acompanhado de seu advogado e prestou depoimento.
Em entrevista ao AVSQ, o delegado Dr. Victor Muniz, que ainda aguarda os trabalhos da Perícia Forense, para que possa se posicionar oficialmente sobre a responsabilidade do motorista, justificou que, na situação, o motorista não pode ser preso em flagrante e que deverá aguardar em liberdade.

Volta às aulas
A Escola Gustavo Rodrigues Rosa retomará as suas atividades nesta quinta (17).
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe