Governo zera imposto de importação de quase 5 mil equipamentos

Pela primeira vez, 4.903 máquinas e equipamentos industriais que não são fabricados no Brasil terão suas alíquotas de importação zeradas. Serão beneficiadas indústrias dos setores de bens de capital, médico hospitalar, autopeças, alimentício, eletroeletrônico e embalagem.
Segundo o governo, o objetivo é incentivar investimentos e geração de empregos. "É de extrema importância reduzir o custo do investimento produtivo no Brasil para gerar mais empregos e estimular a retomada da economia", diz o ministro de Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira.
Segundo ele, nos próximos dias devem ser publicados novas reduções de Imposto de Importação que vão estimular investimentos de US$ 3,1 bilhões.
As informações foram publicadas nesta quinta-feira (17) pela Câmara de Comércio Exterior (Camex) no Diário Oficial da União (DOU).

Entre os produtos listados estão:
- Amplificadores
- Aquecedores elétricos
- Computadores
- Equipamentos de ultrassom digital
- Guindastes
- Impressoras multifuncionais
- Impressoras jato de tinta
- Kits para uso do gás natural veicular (GNV)
- Máquinas de café
- Máquinas rotuladoras
- Máquinas de soldagem e dessoldagem
- Microscópios cirúrgicos
- Módulos de comunicação “wireless Bluetooth”
- Motores a diesel
- Motores marítimos
- Prensas
- Rádios
- Trituradores

Para consultar a lista completa, basta acessar o sistema de buscas da Câmara de Comércio Exterior (Camex).

Folhapress
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe