Tasso afirma que não disputará presidência do PSDB, aponta Alckmin como candidato à República e nega candidatura ao Governo do Ceará

O senador cearense Tasso Jereissati (PSDB), afirmou que não pretende disputar a presidência do Partido no dia 09 de dezembro, data da convenção nacional da sigla. A declaração foi feita nesta sexta-feira, 25, em entrevista ao jornalista Pedro Venceslau, do jornal O Estado de S.Paulo
O presidente interino da legenda também afirmou que, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, é o primeiro na fila para concorrer ao Planalto nas eleições do próximo ano.
Jereissati também negou sua possível candidatura ao Governo do Estado, declarando que não pretende voltar ao poder Executivo e que possui “ótima” relação pessoal com o atual governador do Ceará, Camilo Santana (PT): “Nossas posições políticas são diferentes, especialmente no plano nacional. Mas ele é uma pessoa bem intencionada”.

Repórter Ceará
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe