Publicidade

Campanha Ceará sem Drogas mobiliza jovens em Brejo Santo

A campanha Ceará Sem Drogas chegou à sua 18ª edição, no município de Brejo Santo, na manhã desta quinta-feira (28/09) reunindo, aproximadamente, três mil pessoas, especialmente crianças e jovens. O projeto, idealizado em 2014 pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Zezinho Albuquerque (PDT), percorre o Ceará promovendo conscientização sobre os malefícios do abuso das drogas.
No Ginásio Welingtão, a manhã foi de conversa, partilha de experiências, muitas perguntas e esclarecimentos sobre a dependência química, com o ídolo do esporte e comentarista Walter Casagrande. Gestores públicos, prefeitos, vereadores e secretários da região participaram do evento, ressaltando a importância da iniciativa.
Zezinho Albuquerque disse que, ao perceber a quantidade de jovens dependentes químicos, decidiu que era preciso tomar uma posição e sensibilizar a sociedade cearense para o assunto. “O projeto está sendo copiado em diversas outras cidades e, agora, Brejo Santo também faz parte dessa história”, afirmou. O deputado lembrou ainda que, segundo apresentação do secretário de Segurança e Defesa Social do Ceará, André Costa, na AL, 85% das pessoas assassinadas em Fortaleza tinham algum envolvimento com as drogas e o tráfico, o que indica o tamanho do problema a ser enfrentado.
Teresa Landim (PDT), prefeita de Brejo Santo, cidade que fica aos pés da Chapada do Araripe e tem, cerca de 50 mil habitantes, observou que o evento é uma grande oportunidade para prevenção e resgate das pessoas que se envolveram no “mundo das drogas”. Ela agradeceu a presença de Walter Casagrande que, com suas mensagens e relatos, pode alertar tantos jovens sobre o problema da dependência química.
Sob os olhares atentos dos jovens e, especialmente, dos atletas que enchiam o ginásio, o ex-jogador da seleção brasileira de futebol e comentarista esportivo, Walter Casagrande, compartilhou os acidentes, problemas de saúde, internações e processos de reabilitação que fizeram e fazem parte da vida dele. Ele alertou para o prazer que as substâncias oferecem, mas principalmente, para a forma como fazem tantas pessoas perderem o controle de suas vidas.
Atualmente, o eterno ídolo de torcidas, como a do Corinthians, se considera em recuperação e indica a necessidade de todos entenderem a gravidade da dependência química e a possibilidade de tratamento. E, para isso, Casagrande é parceiro do projeto da AL, na promoção do diálogo transparente e direto para uma parte da população que mais está vulnerável à experimentação e consumo de drogas, os jovens.

Esporte e trabalho
O titular da Secretaria de Esporte e Juventude de Brejo Santo, Sérgio Rufino, destacou a importância do esporte neste trabalho de prevenção. Na cidade, 16 escolinhas esportivas, que existem com apoio de empresários locais, acolhem 1.180 alunos de oito a 18 anos. A abordagem, para além da prática de futsal, vôlei, handebol, capoeira, taekwondo, dança, leva em conta a saúde emocional, o bem estar social e familiar. “Quando decidimos levar as escolinhas para a zona rural já foi com a percepção da presença das drogas nessas localidades”, comentou.
A secretária executiva do Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas (Compod), Jaqueline Gomes Araújo, explicou que as atividades buscam o trabalho multisetorial, com o acompanhamento dos dependentes pelo Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD), assim como ações da educação, assistência social, trabalho, cultura. Atualmente, o Conselho planeja a realização de reuniões itinerantes, para acolher as demandas e experiências das comunidades.
Estudantes do 1º ano da Escola Profissionalizante Paupina Viana Arrais, Luiz Pedro Silva, 15 anos, Darley Pereira, 16, e Ana Kelly Gonçalves, 15, afirmam que conhecem amigos, colegas e familiares que têm problemas com as drogas. Segundo eles, muitos acham que não são dependentes químicos, mas não conseguem parar e acumulam problemas, por isso ouvir os relatos de quem convive com a dependência é importante.
Maria Eduarda Pereira, 12 anos, atleta da escolinha de handebol da Prefeitura de Brejo Santo e estudante do 7º ano, comentou que é comum ver adolescentes com bebidas alcoólicas, mas acha que a informação pode alertar muita gente para os riscos de tal comportamento.
Entre os municípios que já receberam a caravana e as atividades do projeto Ceará sem Drogas, estão Aracati, Acaraú, Aquiraz, Campos Sales, Cruz, Crateús, Crato, Fortaleza, Horizonte, Limoeiro do Norte, Nova Russas, Ocara, Russas e Sobral. Amanhã, a campanha realiza a 19ª edição em Boa Viagem.

Serviço
Atendimento do Centro de Referência sobre Drogas (CRD): 0800 275 1475.
Outras informações sobre a Campanha Ceará sem Drogas na AL: 3277 2504.
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe