Governador comemora HUB no Ceará e anuncia criação de grupo de trabalho

Em bate-papo ao vivo em sua página no Facebook nesta terça-feira (26), o governador Camilo Santana comemorou a escolha de Fortaleza, pelas empresas aéreas Air France, KLM e Gol, como o HUB (centro de conexões) do Nordeste. Além disso, o chefe do Executivo adiantou que a decisão traz novas responsabilidades para tornar o serviço aéreo da capital cearense mais eficiente, o que já está sendo otimizado após concessão do terminal para a empresa alemã Fraport. O governador também afirmou que será criado um grupo de trabalho para as próximas ações do HUB e a realização de estudo para avaliar o impacto econômico dessas intervenções.
“São dez voos a mais por semana, nacionais e internacionais. Isso vai aumentar o fluxo de passageiros em Fortaleza. Isso vai movimentar a economia cearense. Vamos precisar de mais taxistas, restaurantes, entretenimento. É mais renda para as pessoas”, disse.
Com o HUB, o Ceará terá três voos semanais para Amsterdã e dois voos para Paris, além de trechos para quatro capitais do Norte e Nordeste (Recife, Salvador, Belém e Manaus) e novo percurso entre Fortaleza e Natal, que antes não havia. “Queremos ampliar (as rotas), futuramente, para países da América do Sul”, projetou Camilo Santana.
O governador evidenciou, ainda, que a capital cearense é a porta de entrada do Brasil. “Temos que aproveitar essa grande vocação e esse potencial da nossa localização geográfica para criar oportunidades para o nosso Estado”, disse. E afirmou: “Vamos fazer de Fortaleza um modelo exemplar de um grande centro de conexões do Brasil”.
De acordo com Camilo Santana, os investimentos em novas aeronaves somam valor da ordem de US$ 2,2 bilhões, sem contar a aplicação de recursos da Fraport – cerca de R$ 2 bilhões para ampliar e modernizar o Aeroporto Internacional Pinto Martins.

    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe