Governo do Ceará capacita profissionais de saúde em seminário de desenvolvimento infantil

O governador Camilo Santana e a primeira-dama do Ceará, Onélia Santana, participaram nesta terça-feira (26) do lançamento estadual do Curso de Qualificação em Desenvolvimento Infantil, durante abertura do Seminário “Compreendendo o Desenvolvimento Infantil”, que visa à formação de 15 mil agentes comunitários de saúde na temática da primeira infância. A atividade, realizada no Centro de Eventos do Ceará, é mais uma ação do Programa Mais infância Ceará, no pilar Tempo de Crescer, e reuniu cerca de dois mil profissionais de saúde dos 184 municípios cearenses, entre agentes comunitários de saúde, coordenadores da Atenção Primária e secretários de Saúde.
“Nós queremos aqui, com esse seminário, reconhecer, apoiar e fortalecer o trabalho de todos os agentes de saúde do Estado do Ceará, além de fazer um diagnóstico em cada município cearense para saber a realidade das nossas crianças e, assim, termos um conjunto de ações para enfrentar os desafios e melhorar a qualidade de vida delas”, destacou o governador Camilo Santana.
Para a primeira-dama do Ceará, é preciso trabalhar unindo forças para garantir os direitos de todas as crianças. “A neurociência está aí para explicar a importância da afetividade, do carinho, do amor, do lado mais humano, mais fraterno, da família, da comunidade. E é preciso estarmos todos juntos para que possamos garantir os direitos das crianças e que elas tenham o desenvolvimento adequado que merecem”, salientou a Onélia Santana.

O seminário
O evento faz parte da primeira etapa de capacitação dos agentes comunitários de saúde em desenvolvimento infantil. Ao todo, o curso terá carga horária de 100 horas/aulas, sendo 60 horas online, orientadas para a iniciativa “Família Brasileira Fortalecida na Atenção à Primeira Infância”, e 40 horas divididas entre encontros presencias e atividades práticas com temáticas sobre desenvolvimento infantil, atenção à saúde, cultura de paz e educação na infância.
No evento, foram abordados temas do Desenvolvimento Infantil em conferências, palestras e mesas redondas conduzidas por especialistas da área. Com a capacitação, os profissionais passarão à identificar os aspectos do desenvolvimento físico, cognitivo, afetivo e social da primeira infância, bem como do olhar interessado para essa temática no território. A formação contemplou ainda os municípios com um diagnóstico situacional e um plano de intervenção para a primeira infância de cada cidade.
O coordenador do escritório do Unicef para os Estados do Ceará, Piauí e Rio Grande do Norte; Rui Aguiar, palestrou sobre a Rede Comunitária de Proteção à Infância e afirmou como o Programa Mais Infância Ceará vem atuando no desenvolvimento das crianças cearenses. “A estratégia que o Programa Mais Infância Ceará está montando é muito boa porque aciona as pessoas mais próximas das crianças e das famílias, que são os agentes de saúde, os assistentes sociais dos Cras e Creas e dos educadores infantis. Essa formação pode acelerar o processo de busca ativa das crianças que mais precisam, o que vai casar muito com o que virá em seguida, que é o Programa de Superação da Extrema Pobreza Infantil no Ceará. E esses agentes poderão ajudar muito nas futuras estratégias”, disse.
De acordo com o agente comunitário de saúde de Fortaleza, Flávio César do Nascimento, o curso de qualificação vai auxiliar em sua rotina diária. “Nós realizamos a visita domiciliar com o objetivo de acompanhar o desenvolvimento das crianças do nosso município. E com essa formação, vamos aperfeiçoar ainda mais nossa atuação com as famílias”, pontuou.
Em São Gonçalo do Amarante, a agente comunitária Jéssica Rocha vai aperfeiçoar o trabalho com o curso de qualificação. “É super importante esse acompanhamento do desenvolvimento infantil das crianças, além da atenção com as gestantes. Saímos do seminário bem mais esclarecidos para trabalharmos com as famílias da nossa cidade”, declarou.
Além da formação dos profissionais, a proposta objetiva, no final da capacitação, entregar à gestão municipal um diagnóstico situacional da primeira infância e um projeto de intervenção local, a ser construído durante o processo de qualificação. Esse documento será apresentado a cada uma das cidades contempladas com o curso.

Adicional de insalubridade
Na ocasião, o governador Camilo Santana anunciou o pagamento do adicional de insalubridade para todos os agentes de saúde do Estado do Ceará. “Um dos primeiros compromissos que eu assumi foi pagar o piso nacional aos agentes de saúde públicos do Estado do Ceará e passei a pagar desde o primeiro mês do meu governo, janeiro de 2015, retroativo. Não imaginava enfrentar um momento tão difícil no Brasil. Difícil na economia, na política, seis anos seguidos de seca. Mas quero aqui aproveitar essa oportunidade e transmitam aos nossos agentes de saúde comunitários do Estado que eu vou pagar a insalubridade dos agentes de saúde do Estado do Ceará”, informou.
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe