Polícia prende 5 envolvidos no roubo a banco em Novo Oriente; grupo estava em Morada Nova

Uma operação conjunta da Polícia Militar (PM), por meio do Comando Tático Rural (Cotar), e da Polícia Civil, através da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), prendeu, na noite desta quinta-feira (21), cinco homens envolvidos na explosão e roubo de uma agência bancária do município de Novo Oriente, na madrugada da última quarta-feira (20). Os suspeitos estavam em um hotel em Morada Nova, na região do Baixo Jaguaribe, e, segundo os agentes de segurança, já planejavam um novo ataque.
De acordo com o comandante do Batalhão de Choque (BPChoque), Henrique Bezerra, a PM recebeu a informação de que os suspeitos, que também abriram fogo contra a delegacia de Novo Oriente e roubaram um loja de equipamentos eletrônicos na ocasião, deram entrada em um hotel em Morada Nova. Prontamente, diz, o Cotar foi acionado e fez um cerco ao local, culminando na prisão de cinco homens. Outros suspeitos conseguiram fugir.
"Eles foram encontrados com pistolas .40 e revólveres, além de muito dinheiro queimado, o que deixa claro o envolvimento na explosão do banco. A partir de agora, a DRF, através do doutor (Raphael) Vilarinho, vai continuar as investigações para identificar o restante do grupo", informou Henrique Bezerra.

Suspeitos identificados
Os cinco homens presos nesta quinta foram identificados como: Edson Erisson Silva Freitas, de 19 anos, que já responde por tentativa de crime contra a administração pública; Francisco George Constantino de Oliveira, de 29 anos, que também responde por porte ilegal de arma de fogo, roubo, receptação e tráfico de drogas; Hideljackson Florencio Sales (19), que responde por tráfico de drogas; e Acelio Saraiva Filho (19) e Mateus Nobre Rabelo (20), ambos sem antecedentes criminais.
"Posteriormente à prisão dos cinco indivíduos, identificamos mais dois suspeitos de envolvimento na ação criminosa e vamos realizar todas as diligências para capturá-los. Nos chamou a atenção o fato de serem pessoas muito novas, na faixa dos 20 anos, já praticando crimes de grande violência e gravidade. Um deles está envolvido até na morte de um policial", disse o delegado Raphael Vilarinho, titular da DRF.
Ainda segundo a Polícia Civil, além do dinheiro e do armamento apreendido, os suspeitos também estavam com vários aparelhos eletrônicos roubados de uma loja em Novo Oriente. Alguns celulares, inclusive, ainda estavam lacrados, na caixa.

Diário do Nordeste
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe