Estado Islâmico usa imagem de Neymar em nova ameaça à Copa de 2018

A Copa do Mundo de 2018, será realizada entre 14 de junho e 15 de julho, voltou a ser alvo do Estado Islâmico, que divulgou mais um pôster com novas ameaças de atentados ao Mundial da Rússia. Na primeira vez, Messi apareceu preso e chorando sangue em um cartaz. Agora, Neymar surge como “protagonista” da ameaça dos terroristas. O brasileiro aparece como prisioneiro ao lado do craque argentino, que está decapitado e caído no chão.  
A cena lembra os episódios de degolamento, usadas pelo grupo terrorista para mostrar a morte de reféns estrangeiros ao longo dos últimos anos.
“Não desfrutarás de segurança até que a tenhamos nos países muçulmanos”, diz a ameaça que acompanha a imagem. Ao longo dos últimos dias, a propaganda do EI para possíveis ataques terroristas durante o Mundial está aumentando, segundo o próprio “SITE”.
O treinador da seleção francesa, Didier Deschamps, também é um dos alvos na recente propaganda terrorista.

    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe