Meirelles afirma que exclusão de beneficiários do Bolsa Família é para evitar fraudes

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse, nesta terça-feira (31), que a exclusão de beneficiários do programa Bolsa Família têm como objetivo evitar fraudes no programa. Em meio a elogios ao Bolsa Família, Meirelles disse que essa medida têm como base auditorias feitas no programa.
“O Bolsa Família é fundamental. Nós apenas estamos prevenindo fraudes. Não se pode confundir fraude com política social”, disse o ministro ao destacar que “a partir de políticas sociais básicas, a política mais duradoura é criar empregos”. As afirmações foram feitas durante audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado. Meirelles destacou que é por meio de uma política de geração de empregos que o governo atua de forma a “dar condições de uma vida adequada para as pessoas”.
Perguntado sobre os riscos de o Brasil voltar a integrar o Mapa da Fome, Meirelles disse que “o que levou o Brasil a essa situação foi a recessão”, causada pela queda do emprego e da renda no país.
Meirelles comentou também as recentes alterações das regras de tributação dos fundos de investimento exclusivos. “É uma questão de isonomia tributária do mercado de capitais”. “Qualquer brasileiro que entrar em fundo de investimento aberto tem tributação. Alguém com mais recursos que aplique em fundo exclusivo paga menos imposto. Isso não está correto”, argumentou o ministro.

Agência Brasil
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe