MP e PF investigam Marcelo Mota em irregularidades na construção da nova sede da OAB

O Ministério Público Federal (MPF) no Ceará determinou abertura de inquérito policial para apurar eventual prática dos crimes de associação criminosa, de peculato e de lavagem de capitais na construção da Nova Sede da OAB-CE. O presidente da entidade, Marcelo Mota, tem muito a explicar. O pior de tudo é que mesmo não sendo utilizado, o prédio foi inaugurado em 2015.
No documento da MPF-CE, é constatada uma diferença de R$ 712.708,98 na construção da sede. Essa desconformidade aparece “entre uma das parcelas efetivamente pagas à Construtora Rolim Engenharia Natal Estruturas de Concreto LTDA e aquela declarada no Portal da Transparência OAB-CE”.
Ainda no documento, o MPF-CE sugere a “realização, por parte do setor técnico-científico da Polícia Federal, de perícia na área de Engenharia sobre a obra questionada, identificando-se eventual superfaturamento, além de outras irregularidades decorrentes de sua execução”.

Ceará News 7
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe