Museu Monsenhor Luís Ximenes é restaurado e reapresentado à população

Por ocasião dos 23 anos de vida eterna do Monsenhor Luís Ximenes de Aragão Freire, foi celebrada uma missa na Igreja Matriz de Santa Quitéria, pelos padres Fábio e Elânio.
A celebração contou com a presença de centenas de fiéis, que foram prestar homenagem e assim, manter vivo na memória, a imagem do religioso que marcou história no município com o seu paroquiato durante 41 anos.
Em seguida, o pároco Pe. Fábio entregou aos quiterienses, o museu Monsenhor Luís Ximenes, que funciona atrás da Matriz. O espaço, que era mantido por um grupo de senhoras, acabou fechando há alguns meses atrás por falta de condições, tendo a Paróquia assumido e realizado um processo de restauração, com reparos e manutenções na estrutura.
A reapresentação do museu contou com a presença de autoridades, como o prefeito Tomás Figueiredo e secretários, simbolizando o convênio firmado para manter o funcionamento, com um funcionário disponibilizado de segunda à sexta, das 8 às 11 da manhã.
Em seu discurso, o pároco pediu para que a população pudesse valorizar mais o patrimônio existente no museu e que as novas gerações buscassem conhecer a história do religioso, justificando o baixo número de visitantes desde a sua abertura, em 1995.

Estão distribuídos no museu, vários objetos de uso do monsenhor, homenagens recebidas e até mesmo, ex-votos em agradecimento à graças alcançadas pela fé no sacerdote.
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe