Obra de expansão do Aeroporto de Fortaleza poderá ser demolida para receber nova estrutura

A CEO da Fraport, Andrea Pal, destacou que estrutura já erguida para a expansão do Aeroporto Internacional Pinto Martins poderá ser demolida para novos investimentos da concessionária. 
"Estamos avaliando isso. Estamos fazendo uma análise técnica, e poderemos demolir tudo e recomeçar do zero", destacou a CEO, ao ser questionada se a concessionária aproveitaria a estrutura já existente. Pal participou de coletiva de imprensa, realizada na tarde desta segunda-feira (23), no Palácio da Abolição. 
Dos R$ 336,7 milhões previstos para as obras, R$ 52,5 milhões foram aplicados pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportupária (Infraero). A obra estava prevista para ser concluída antes da Copa do Mundo de 2014, mas somente 15,6% dos serviços foram executados. As obras pararam em maio de 2014. 
Andrea Pal  apresentou, durante a solenidade, um plano de ações para o Aeroporto Pinto Martins, com destaque para a ampliação do terminal e outras melhorias que somam, apenas no primeiro momento, R$ 600 milhões em investimentos.
“O objetivo da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) é aumentar a competitividade de todos os aeroportos do país. São 215 milhões de passageiros por ano que passam por nossos aeroportos. Esse know how agora está voltado para o Ceará. Estamos esperando o projeto ser aprovado pela Anac e devemos iniciar em cerca de três meses as obras, incluindo a extensão da pista. A previsão é que o número de passageiros vai dobrar. O terminal terá sete pontes adicionais, com mais vagas para as aeronaves. O plano é construir tudo de uma vez só”.
A Fraport conquistou a concessão do Aeroporto Internacional Pinto Martins em leilão realizado em 16 de março deste ano, na sede da Bolsa de Valores de São Paulo. A empresa vai gerir o aeroporto pelo período de 30 anos, mediante lance de R$ 1,5 bilhão – R$ 425 milhões pagos no arremate. Atualmente, os alemães administram 24 terminais distribuídos por Europa, Ásia e América do Sul, entre eles o Aeroporto de Frankfurt, um dos mais movimentados do mundo. 
Em abril, um grupo de executivos da empresa foi recebido no Palácio da Abolição pelo governador Camilo Santana e pelo prefeito Roberto Cláudio, ocasião em que foi instituído o grupo de trabalho que atua no apoio à Fraport.

Diário do Nordeste
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe