Reitor afastado da UFSC é encontrado morto em shopping de Florianópolis

O reitor afastado da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), Luiz Carlos Cancellier de Olivo, foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira (2) em Florianópolis, por volta das 10h30.
Ele cometeu suicídio, de acordo com a Polícia Civil. O corpo estava no vão central do Beiramar Shopping, um dos mais tradicionais de Florianópolis, que confirmou a morte no final da manhã.
"A gente só ouviu o barulho, bem alto", contou uma lojista do shopping à Folha. Cancellier caiu ao lado da escada rolante, no primeiro piso.
No mês passado, ele e outras seis pessoas ligadas à UFSC foram presos em uma operação da Polícia Federal. O grupo é suspeito de desviar R$ 80 milhões em recursos que deveriam ser investidos em programas de EAD (Educação a Distância).
O reitor foi liberado no dia seguinte, mas continuava afastado da universidade por decisão judicial. Ele negava envolvimento em irregularidades.
As lojas do Beiramar Shopping funcionavam normalmente no final da manhã, mas o local em que o corpo foi encontrado continuava isolado e coberto por um toldo. O Beiramar tem sete pavimentos, entre lojas e garagens, que dão acesso ao vão. A suspeita é que Cancellier tenha pulado de um deles.
A UFSC, em nota, lamentou a morte do reitor e informou que suspendeu todas as atividades acadêmicas e administrativas por três dias, "em função do trágico acontecimento".
O corpo do reitor está sendo velado na reitoria da universidade, desde a tarde desta segunda (2). O enterro ocorrerá hoje (3), a partir das 16h, no cemitério Jardim da Paz, em Florianópolis.

Folhapress
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe