Rogério Ceni visita Pici e gera expectativa sobre novo técnico

Ele é uma das referências esportivas nacionais, enquanto ex-goleiro e maior ídolo do São Paulo Futebol Clube. Agora treinador, Rogério Ceni está se especializando no cargo após ter uma primeira passagem conturbada no comando técnico do time de onde se tornou ídolo. Fez cursos fora do País e, agora, aportou na Capital cearense.
Em Fortaleza, Ceni conheceu as dependências do Fortaleza, no bairro Pici, na tarde de ontem, e gerou expectativas sobre uma possível negociação com o clube cearense, o que foi não foi confirmado pela diretoria leonina. Segundo o diretor de futebol tricolor, Marcelo Paz, ninguém falará de nomes de treinadores durante o processo de procura de técnico. "Vamos manter o sigilo em negociação de nomes pra treinador, faz parte de nossa estratégia", desconversou.
Como o Fortaleza está em busca de um nome para conduzir o projeto centenário e a volta para Série B do futebol nacional dentro de campo, foi inevitável que a presença do R1 no Tricolor de Aço gerasse um burburinho forte entre torcedores.

Convite de amigo
Oficialmente, o que o Fortaleza confirma à reportagem do Diário do Nordeste é que o goleiro Rogério Ceni esteve nas dependências tricolores a convite de outro goleiro, que também é ídolo, mas da nação tricolor. Bosco é amigo pessoal de Ceni e o chamou para uma visita ilustre na sede leonina.

Renovações
Bosco foi personagem durante o fim de semana de mais uma negociação de sucesso do Tricolor. Preparador de goleiros, ele renovou com o time cearense até o ano de 2020.
Como jogador, Bosco Chaves defendeu o time em 2004 e 2005 e foi um dos responsáveis pelo acesso do Fortaleza a Série A e pela conquista de um título estadual. O ex-goleiro vestiu a camisa tricolor em 60 oportunidades, sempre com atuações destacadas em jogos importantes.
A volta de Bosco ao Pici aconteceu ainda na atual temporada e foi premiada com uma grande atuação dos seus comandados, principalmente do principal nome do acesso do time para a segunda divisão do futebol nacional: Marcelo Boeck. Matheus Inácio e Max Wallef também tiveram bom desempenho.

Diário do Nordeste
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe