Servidores dos Correios no Ceará encerram greve e voltam ao trabalho na segunda

Os funcionários dos Correios do Ceará decidiram, em assembleia, pela suspensão da greve que durou 17 dias. Os serviços já devem voltar a funcionar normalmente a partir desta segunda-feira (9). A categoria aderiu ao movimento grevista em âmbito nacional no dia 20 de setembro.
De acordo com a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), a maioria dos sindicatos filiados da categoria no país aceitou a proposta de acordo apresentada pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) e interrompeu a greve. Até o momento, 24 dos 31 sindicatos resolveram encerrar as paralisações.
Entre os motivos alegados para o movimento estavam o fechamento de agências por todo o país, pressão para a adesão ao plano de demissão voluntária, ameaça de demissão motivada com alegação de crise, ameaça de privatização, corte de investimentos em todo o país, falta de concurso público, redução no número de funcionários, além de mudanças no plano de saúde e suspensão das férias para todos os trabalhadores, exceto para aqueles que já estão com férias vencidas.
A proposta de acordo coletivo feita pelo Ministro do TST e aceita pelos sindicatos foi apresentada na quarta-feira (4) e inclui o reajuste de 2,07% (INPC) nos salários e benefícios retroativo ao mês de agosto deste ano, a compensação de 64 horas e desconto dos demais dias de ausência e a manutenção de cláusulas sociais no acordo.

G1
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe