STJ manda soltar Carlos Arthur Nuzman

O Superior Tribunal de Justiça aceitou um pedido de habeas corpus e mandou soltar nesta quinta-feira (19) Carlos Arthur Nuzman, ex-presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Ele estava preso desde o dia 5 de outubro, sob suspeita de compra de votos para que a cidade do Rio de Janeiro fosse escolhida sede dos Jogos de 2016.

Nuzman nega as acusações, segundo destacou o G1.

O ex-governador Sérgio Cabral, que está em cárcere privado desde novembro de 2016, o empresário Arthur Soares, considerado foragido, e Leonardo Gryner, ex-diretor do COB, também são suspeitos de envolvimento nos crimes que colocou Nuzman na mira da Justiça.

G1
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe