Ala do PSDB nacional defende candidatura de Tasso para o Governo do Ceará

O grupo capitaneado por Tasso Jereissati no PSDB nacional vai lançá-lo, neste semana, como candidato à presidência efetiva do partido. Para tentar barrar a ascensão do senador cearense, uma outra ala, tendo à frente governador de Goiás, Marconi Perillo, defende que Tasso dispute o Governo do Ceará em 2018, para dar palanque a Geraldo Alckmin ao Planalto. A informação é de Andreza Matais, do Estadão deste domingo (5).
A turma de Perillo garante que se Tasso perder e Alckmin ganhar, seria recompensado com um ministério em Brasília. Os tucanos pró-Temer tentam de tudo para tirar o cearense da disputa pela presidência do PSDB. Chegaram até dizer que Tasso visa a cadeira para implodir o partido e beneficiar a candidatura de Ciro Gomes.
Tasso já garantiu que não tem interesse em disputar o Abolição em 2018, e defende novas lideranças. A turma de Perillo está com medo e quer tirar o senador do meio do caminho. Jereissari tem 24 dos 46 votos da bancada do partido na Câmara dos Deputados.

Entenda
De acordo com o Estadão, ganha a eleição para o comando do PSDB quem obtiver metade mais um dos votos dos convencionais. O quórum ainda será definido pelas convenções e pode chegar a até 500 votantes.

Ceará News 7
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe