COI suspende medalhista olímpico investigado por receber proprina

Nesta terça-feira (07), o Comitê Olímpico Internacional (COI) suspendeu o quatro vezes medalhista olímpico no atletismo e membro da entidade, Frank Fredericks, por estar sendo oficialmente investigado pela Justiça Francesa. O atleta da Namíbia é acusado de ter recebido 300 mil dólares (cerca de 983 mil reais) de propina para votar a favor da candidatura do Rio de Janeiro para sediar os Jogos Olímpicos de 2016.
Seguindo recomendações da Comissão de Ética da entidade, o COI emitiu um comunicado oficial no qual informa a decisão sobre o caso:  “Considerando a gravidade e urgência da situação e o impacto disso na reputação do COI, o Conselho Executivo decidiu suspender o Senhor Frank Fredericks de todos os seus direitos, prerrogativas e funções derivadas de seu cargo como membro do COI”.
A entidade ainda enfatiza a importância de “respeitar o princípio da presunção de inocência para qualquer pessoa envolvida em uma investigação criminal” e reiterou o compromisso em total em cooperar com as autoridades francesas.

O caso
De acordo com o Ministério Público da França, Fredericks estaria envolvido na compra de votos para definir o Rio de Janeiro como sede das Olimpíadas em 2016. O dinheiro viria de empresários ligados à campanha e a distribuição seria feita por uma empresa de marketing do filho do ex-presidente da Federação Internacional de Atletismo (IAAF), Lamine Diack, cuja família é suspeita de ter recebido, ao todo, 1,5 milhão de dólares (cerca de 5 milhões de reais).
O ex-atleta negou que o pagamento estivesse relacionado com a candidatura do Rio de Janeiro, alegando que foi um pagamento por serviços prestados associados a campeonatos africanos e outros programas da IAAF. Após as primeiras denúncias virem à tona por meio do jornal francês Le Monde, em março, o namíbio deixou o grupo da IAAF que analisava a possibilidade da Rússia voltar às competições depois do escândalo de doping. Ele também foi afastado do cargo de presidente da comissão que avaliava as candidaturas de Los Angeles e Paris para sediar os Jogos Olímpicos de 2024.

O Povo Online
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe