Ministério da Saúde ofertará novo medicamento para o tratamento de pessoas com Alzheimer

O Ministério da Saúde incorporou um novo medicamento ao Sistema Único de Saúde (SUS), com o objetivo de melhorar a qualidade de vida dos pacientes com Alzheimer moderado e grave. A previsão é que o remédio Memantina, já aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), passe a ser distribuído nos próximos seis meses.
A distribuição vai beneficiar 33% da população de idosos com mais de 85 anos que sofrem com os efeitos do Alzheimer, o que corresponde a quase 1,1 milhão de pessoas no Brasil.
Com o declínio de neurônios, funções como língua, linguagem, memória, atenção orientação no tempo e no espaço ficam comprometidas, além de mudar a personalidade, comportamento e a perca das habilidades de desenvolver algumas funções do cotidiano.
O medicamento controla os sintomas da doença e reduz o avanço de sua evolução, porém ainda é recomendável medidas complementares como fisioterapia, fonoaudiologia e sessões de terapia. O acompanhamento aos pacientes é ofertado pelos SUS nos 139 Centros Especializados em Reabilitação espalhados em todo país.

Repórter Ceará 
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe