Rogério Ceni é confirmado como técnico do Fortaleza para o ano do centenário

A expectativa se tornou realidade. Após tanto burburinho agora é oficial: Rogério Ceni é o novo treinador do Fortaleza Esporte Clube. O Tricolor do Pici ainda não divulgou detalhes sobre o acordo, mas o novo comandante deve ser apresentado na quarta-feira (15), feriado nacional, no Leão.
Depois de passagem frustrante pelo São Paulo Futebol Clube no início de 2017, clube onde fez história como goleiro, Rogério Ceni acertou, nesta sexta-feira (10), com o Fortaleza e vai comandar o Tricolor no ano de seu centenário.  O Leão soltou uma nota em seu site confirmando o acerto com o ex-goleiro: "o Fortaleza Esporte comunica e oficializa a contratação do Treinador Rogério Ceni. Um dos maiores jogadores da história do São Paulo, Rogério Ceni assinou contrato na tarde desta sexta-feira, 10 de novembro". 
A equipe leonina está de volta ao Brasileiro da Série B após oito anos na Série C e terá em seu novo comandante alguém capaz de agregar não somente em termos de liderança, atualização tática, mas, sobretudo atrair interesse de patrocinadores, investidores, alavancar o programa de Sócio-Torcedor e capacidade de persuasão em negociações com atletas no mercado competitivo do futebol. O argumento Ceni é diferencial. 

Começo do "namoro" 
Foi em um despretensioso domingo, 29 de outubro, a convite do ex-goleiro e atual treinador de goleiros Bosco Chaves, que o técnico Rogério Ceni visitou as instalações leoninas e gerou enorme expectativa quando uma foto sua no Pici percorreu as redes sociais e rompeu fronteiras pelo Brasil. 
Na ocasião, o Leão tratou de desconversar qualquer tipo de interesse no ex-goleiro e atual treinador de futebol. 
Os dias passaram e, na última quarta-feira (8), Marcelo Paz, presidente do Fortaleza, viajou a São Paulo para formalizar proposta e conversou por mais de quatro horas com Ceni. De acordo com Paz, a chegada de Rogério viabiliza captação de mais recursos, inclusive alavancagem do sócio-torcedor. 
Além da capacidade midiática inerente a um campeão do mundo, de conquistas e marcas expressivas envergando a camisa do São Paulo em sua trajetória vitoriosa como goleiro do Tricolor do Morumbi, Ceni contempla os requisitos pensados pelo Fortaleza para 2018 e está alinhado ao discurso do presidente Marcelo Paz. "Conversei por mais de quatro horas com o Rogério. Ele tem o nosso perfil, porque é um treinador estudioso, jovem, esteve na Europa, na Inglaterra, aprendendo conceitos táticos, como jogador foi um grande vencedor, um líder, então é um exemplo com perfil de liderança", disse o mandatário tricolor.
Rogério Ceni sempre procurou aprender e evoluir. No cenário europeu, escolheu a Inglaterra - que possui a liga mais competitiva do mundo - para ver de perto as constantes atualizações pelas quais o futebol mundial atravessa. Também já manifestou identificação com o treinador Jorge Sampaoli, atualmente comandando a seleção da Argentina.  

Como treinador
No comando do São Paulo, Rogério esteve a frente da equipe em 37 partidas, em quatro competições diferentes: Brasileirão, Copa do Brasil, Sul-Americana e Paulista. Foram 14 vitórias, 13 empates e 10 derrotas. O aproveitamento ficou em 49,5%. 
Ao longo do primeiro semestre, o Tricolor do Morumbi, com Ceni orientando à beira do gramado, sofreu eliminações em três competições: No Campeonato Paulista foi batido pelo rival Corinthians nas semifinais; na Copa do Brasil foi superado pelo futuro campeão Cruzeiro; e, por fim, na Sul-Americana acabou sendo surpreendido pelo modesto Defensa y Justicia, da Argentina. 
Na pré-temporada, vale lembrar que Rogério Ceni conquistou o torneio amistoso Florida Cup, nos Estados Unidos.

Diário do Nordeste
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe