"Sim, sou presidenciável", afirma Henrique Meirelles

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, admitiu pela primeira vez publicamente que pode concorrer ao cargo de presidente em 2018. Em entrevista à revista Veja divulgada nesta quinta-feira, Meirelles assumiu que é presidenciável e disse que o cenário é favorável a um candidato reformista. O ministro, no entanto, ressaltou que as "condições políticas e eleitorais" precisam ser analisadas e que uma eleição majoritária no Brasil "não é uma questão tão simples".
"Sim, sou presidenciável. As pessoas falam comigo, me procuram, mas ninguém me cobra uma definição. No mundo político, por exemplo, dizem o seguinte: o senhor tem o meu apoio, estou torcendo para isso. Tenho por característica pessoal ser bem pé no chão. Dificilmente vou fazer alguma coisa baseado no entusiasmo. Tenho consciência de que o importante agora é fazer meu trabalho aqui no Ministério da Fazenda. Fazer um trabalho sério e entregar resultados. O futuro é outra coisa. Vamos aguardar", declarou o ministro.
De acordo com a legislação eleitoral, Meirelles tem até março para decidir se troca o governo pela candidatura. Em setembro, o ministro chegou a publicar em sua página oficial no Twitter que não era pré-candidato à Presidência, após se reunir com a bancada do PSD. Na entrevista à revista Veja, o ministro mudou o tom, embora tenha ponderado que é preciso analisar as condições para ser candidato, mesmo se a economia melhorar.
"Na primeira vez que levantaram esse assunto, há alguns anos, eu disse que a Presidência era uma questão de oportunidade e destino. Olho com realismo as coisas. Eu acredito que o país vai, de fato, estar bem na situação econômica, mas existem condições políticas e condições eleitorais que precisam ser analisadas. Eleição majoritária no Brasil não é uma questão tão simples", afirmou.

Gazeta Online
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe