Técnico que o Fortaleza quer é Rogério Ceni; veja os detalhes exclusivos da proposta

Quando Rogério Ceni visitou o Fortaleza no dia 29 de outubro efetivamente não havia interesse do clube em sua contratação. Ainda.
Logo depois o nome do ex-goleiro e técnico do São Paulo ganhou força entre os dirigentes e hoje é a primeira opção para treinar o time que deixou a Série C após oitos anos e vai disputar a Série B em 2018. O desejo era por um profissional estudioso, competitivo e que pudesse evoluir com o clube, qualidades que, de acordo com a direção do Fortaleza, Rogério possui, não importando neste momento o fato dele ainda ter pouca experiência.
Depois das conversas iniciadas, Marcelo Paz, agora presidente do Fortaleza, esteve em São Paulo nesta terça-feira, 7, para conversar pessoalmente com Ceni e passou a tarde com o ex-goleiro. A proposta é a seguinte: contrato de um ano (com multa), autonomia total na montagem do time na medida do limite financeiro do clube, além da presença de três auxiliares. O Fortaleza tenta viabilizar patrocínios nacionais e locais para a chegada de Rogério – o salário não será menor do que 150 mil reais – mas independente de conseguir ou não empresas que ajudem a bancar as condições financeiras, o clube vai assumir a operação e deu garantias ao técnico.
O Fortaleza está muito otimista com a possibilidade do negócio ser fechado nesta semana. Dirigentes que conversaram com Ceni relataram muito ânimo no ex-goleiro para recomeçar após a demissão do São Paulo no início de julho. Ceni tem propostas de outros clubes e ficou de responder o mais rápido possível.

Futebol do Povo
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe