Publicidade

Unidade de segurança máxima já tem verba

A licitação para o início da construção de uma prisão de segurança máxima estadual está prestes a iniciar. Ontem, a titular da Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus), Socorro França, afirmou que a tratativa foi iniciada e o dinheiro do fundo penitenciário já está depositado na conta do Governo do Ceará.
Na primeira unidade de segurança máxima do Estado devem ser investidos R$ 47 milhões. O equipamento vai abrigar uma lista de presos com nomes determinados pelo Serviço de Inteligência. Segundo a secretária, "nele vão estar as pessoas que estão dando trabalho no Sistema".
Até o momento, não há prazo para o início da construção do equipamento. Porém, segundo Socorro França, após o projeto ser iniciado, o prazo é de, aproximadamente, nove meses para o término. Nesta futura unidade devem existir 160 vagas.
O governador do Estado, Camilo Santana, prevê que nos próximos 12 meses sejam entregues mais cinco unidades prisionais no Ceará. O próximo equipamento a ser lançado pela Pasta será para abrigar o público feminino.
"A velocidade com que está se prendendo é maior do que a capacidade do Estado para receber esses presos. Precisamos de celeridade maior nos julgamentos. É necessário garantir o direito do cidadão saber qual pena ele vai cumprir quando entra no Sistema", afirmou Camilo Santana sobre a manutenção do cárcere de presos provisórios.

Diário do Nordeste
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe