Publicidade

Acusado de matar a família em Ipueiras é transferido para Fortaleza

A Polícia Civil capturou ontem (6), Francisco Clóvis Camelo, acusado de ter praticado um quádruplo assassinato, ao matar a facadas e incendiar uma casa, carbonizando os corpos de sua companheira e três crianças. A tragédia familiar aconteceu na manhã da última segunda-feira (4), em Pai Mané, na zona rural do município de Ipueiras. 
O caso revoltou a população de Ipueiras, que passou a caçar o criminoso com a intenção de linchá-lo. No entanto, este passou três dias escondido, até ser descoberto na manhã desta quarta-feira, e em depoimento à delegada Vanessa Felício, relatou como assassinou sua esposa e filhos. 
Segundo ele, em meio a uma discussão do casal, Clóvis começou a agredi-lá com um pedaço de madeira. Em seguida, os filhos mais novos da vitima, ao tentarem ajudar a mãe, também foram agredidos, com golpes na cabeça. O agressor seguiu para o quarto da filha mais velha, que sofre de  problemas auditivos, e também a matou.
Após os assassinatos, o acusado colocou-os na cama, jogou o guarda-roupas por cima e em seguida, ateou fogo nas vítimas. Antes, teve o cuidado de tirar de lá seu único filho legítimo com a companheira.
Devido a repercussão do caso, na cidade e em toda a região, os órgãos de segurança levaram o assassino para uma penitenciária de Fortaleza, que não teve a localização divulgada.
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe