“Alemão” é transferido definitivamente do Ceará por conta de ameaças do PCC

Numa operação sigilosa, e determinada pessoalmente pelo governador Camilo Santana (PT), o Ceará transferiu definitivamente para um presídio federal de segurança máxima na região Sul do país, o assaltante e chefe de quadrilha Antônio Jussivan Alves dos Santos, o “Alemão”, bandido que comandou o furto de R$ 264,8 milhões do Banco Central, em Fortaleza, em agosto de 2005.
O bandido, que é membro da facção criminosa paulista Primeiro Comando da Capital (PCC), vai cumprir o restante de sua pena de 36 anos de prisão longe do Ceará, definitivamente.
A operação de transferência de “Alemão” aconteceu na semana passada e foi cercada de absoluto sigilo, diante das ameaças do PCC de iniciar um novo “Salve Geral” no estado, isto é, atentados contra o sistema de transporte coletivo, prédios oficiais e mortes de agentes da Segurança Pública.
O pedido de transferência foi gestado pela Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus) após a ordem partir do Palácio da Abolição, e foi concretizado em documento (que o Ceará News teve acesso) assinado pelo juiz de Direito Luiz Bessa Neto, titular da 1ª Vara de Execução Penal da Comarca de Fortaleza, no dia 13 último.
“Alemão” foi enviado com escolta da Polícia Federal para a Penitenciária Federal de Segurança Máxima de Catanduvas, no interior do estado do Paraná. Ao mesmo tendo, seu principal comparsa do PCC, o traficante de drogas Antônio Carlos Avelino, o “Boi”, que também lidera o PCC no Ceará, foi transferido para a Penitenciária Federal de Campo Grande, MS.

Ceará News 7
Cadernos:
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget