Decreto reduz horário de verão em cerca de 15 dias

Um decreto assinado pelo presidente Michel Temer nesta sexta-feira, e que será publicado na segunda-feira no Diário Oficial da União, reduz em menos de um mês o tempo de início do horário de verão. Até este ano, a data de início era o terceiro domingo de outubro. A partir de 2018, o horário de verão passará a começar no primeiro domingo de novembro, que será o dia 4.
O fim do horário de verão ficou mantido como é hoje, com término no terceiro domingo de fevereiro do ano seguinte. Com o decreto, o início do horário de verão foi postergado em cerca de quinze dias.
A mudança foi um pedido do ministro Gilmar Mendes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que alegou ao presidente que o horário de verão durante as eleições atrapalha a apuração de votos, dada a maior diferença de fuso horário entre as cidades com e sem horário de verão.
Em um evento no Rio de Janeiro, Gilmar afirmou que a mudança irá valer apenas para anos eleitorais. Esse aspecto, no entanto, não está claro no decreto assinado pelo presidente
— Isso foi conversado com o presidente e vai ser publicado agora. Vai valer para todos os anos de eleições, para termos um padrão. O horário de verão começará só em novembro. Nos demais anos, continua como está, a partir de outubro — afirmou Gilmar, após participar da abertura de uma exposição no Centro Cultural da Justiça Eleitoral.

O Globo
Cadernos:
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget