Eunício é atrapalhado por deputados e afirma não votar mais Previdência

O presidente do Congresso Nacional, Eunício Oliveira (PMDB), afirmou, na noite da terça-feira (12), ao ser impedido de iniciar a sessão na Casa, que “não vota [a reforma da] Previdência porra nenhuma”. Eunício convocou havia marcado uma sessão do Congresso, que acontece no plenário da Câmara, para analisar os vetos presidenciais às 14h, no entanto adiou o início para que os deputados federais seguissem com suas votações.
Eunício Oliveira, também presidente do Senado, voltou ao plenário da Câmara, por volta das 18h30, e mais uma vez foi impedido de dar início à sessão porque os deputados ainda estavam em votação. Irritado, o senador deixou o local ao lado do líder do governo no Congresso, o deputado André Moura (PSC).
André tentava convencer Eunício a não cancelar a sessão, mas foi em vão. O presidente do Congresso encerrou a conversa com um desabafo, na entrada da presidência do Senado: “Não convoco mais [sessão do Congresso]. Brincadeira isso. Também não vota mais Previdência porra nenhuma. Tá fazendo graça?”, afirmou o peemedebista.

Eunício contra a reforma
Como presidente do Congresso, Eunício havia aceitado votar o Orçamento de 2018 somente na próxima semana, para evitar o esvaziamento da Casa, já que a matéria é sempre o último ato do Legislativo antes do recesso. O presidente Michel Temer (PMDB) tenta articular a votação da reforma nos dias 18 ou 19, na Câmara. Mas corre contra o tempo sob o risco de ver a Casa esvaziada.

Ceará News 7
Cadernos:
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget