Pe. Diniz dirige carta aos paroquianos catundenses


“É necessário que Ele cresça e eu diminua” Jo 3,30

Catunda, 21 de dezembro de 2017


Desejo a todos graça e paz da parte de Deus nosso Pai e de Nosso Senhor Jesus Cristo. Neste dia em que é publicada a nomeação do novo pároco da Paróquia de Santa Maria Madalena, Diocese de Sobral no Estado do Ceará, dirijo cordial saudação ao meu irmão e amigo no presbitério Pe. José Bonifácio Fonseca Matos e a todos os paroquianos da dileta Paróquia de Santa Maria Madalena. O padre diocesano deve estar sempre em profunda comunhão com seu bispo e, por sua vez, querer bem e amar sua diocese/paroquias, e vos confesso que fácil é amar a paróquia de Catunda. A época (19 de dezembro de 2013) o então bispo diocesano Dom Odelir me confiava à missão de ser Pároco em Catunda, missão essa que só foi possível com a ajuda do povo de Deus. Sou grato, primeiramente, a Deus, que jamais me faltou, que me concedeu saúde, luz e discernimento para encarar a tarefa tão árdua, mas profundamente edificante. Momentos que ficarão além da memória, gravados em meu coração, festas da padroeira, DNJs, Catunda litúrgico, missa da cura, terapia comunitária, missa dos vaqueiros de Catunda, festas das comunidades e principalmente a convivência que tive com os amigos que aqui fiz. 
Sou grato ao povo da minha querida Catunda, que depositou em mim sua confiança e suas esperanças. Não posso deixar de agradecer a todos os que estiveram ao meu lado, trabalhando para que a minha missão fosse desempenhada da melhor forma possível, os coordenadores das capelas(quixaba-Luana, são Jose- Ana Aparecida, Bom tempo-Ana Neri, Paraiso II-comadre Quitéria Flávia, Santa Maria- Carlinhos, Paraiso- dona Francisca, Bom Vergel- Totonha, Entre Montres- germano, Barrinha- Popo, Saco Grande-Gení, Trapiá- Luzia, Videl- Fifi, Buenos Aires- in memoria Nonato e yago, Saco do Belchior e veados- Dona Fatima, Salitre- Genésio, Catuana- Nayane, Paraná- Dete, Cacimbas- Vanderson), ministros, Coroinhas e mestres de cerimônia, homens e mulheres do Terço, Corais e ministério, legião de Maria e apostolado da oração, músicos, lideranças dos setores(Manuel dé, Lucelita, Eliane e Neide, Toinha e Valdinéia, Toinha Leodoro e muda dé), secretários municipais e lideranças governamentais, agentes das pastorais e dos movimentos, onde buscamos, a todo o tempo, levar a Palavra de Deus, sobretudo aonde mais havia escassez. Padre Antônio Vieira grande orador sacro, expressa com as sábias palavras do evangelho aquilo que estou vivendo no momento “Entre os semeadores do Evangelho há uns que saem a semear, há outros que semeiam sem sair.” Eis o tempo que o Senhor Deus me chama a sair para semear, em terras desconhecidas, não esteja talvez com o coração preparado, mas estou disposto, pois a missão é essa. Ao meu atual pastor diocesano Dom Vasconcelos, muito obrigado e, Ao reverendíssimo irmão Pe. Bonifácio, Conte sempre com minhas orações e desejo de, que seu pastoreio, em Catunda, seja pleno de bons frutos, paz e unidade. 

Cordialmente, 
Pe. João Batista Diniz Ferreira – Administrador Paroquial
Cadernos:
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget