Cadeirante é executado a facadas e marteladas

Um deficiente físico, que fazia uso de uma cadeira de rodas para se locomover, foi morto a golpes de facão e marteladas, no bairro Planalto Pici, na última terça-feira (2). O suspeito, identificado como Álvaro de Almeira Tabosa, 24, disse à Polícia, que praticou o crime por acreditar que a vítima tinha envolvimento com a morte do pai dele.
A ocorrência foi atendida pela Polícia Militar (PM), durante patrulhamento no bairro. Os policiais encontraram o suspeito, que já havia sido detido por populares e familiares do cadeirante. Álvaro Tabosa já responde por lesão corporal. O facão e o martelo usados no crime estavam na posse do suspeito.
A vítima foi socorrida ainda com vida para o hospital. A morte do cadeirante só foi constatada, quando o suspeito já estava sendo ouvido no 27ºDP (João XXIII). Álvaro Tabosa foi autuado em flagrante por homicídio doloso. Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), as investigações se o deficiente tinha ou não envolvimento na morte do pai de Tabosa ficarão a cargo do 27°DP.
Cadernos:

Postar um comentário

A Voz de Santa Quitéria é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais, a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.
Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.
Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: avozdesantaquiteria@outlook.com.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo

[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget