Capitão Wagner é o nome da oposição para disputar o Governo do Estado

No gabinete do senador Tasso Jereissati (PSDB), reunião de lideranças da oposição no Ceará, durante a noite dessa segunda-feira, 8, direcionou o nome do deputado estadual Capitão Wagner (PR) para a disputa ao Governo do Estado em outubro, contra o atual governador Camilo Santana (PT). Conforme apurou O POVO, a indicação vem diretamente de Tasso, que tem intenção de afastar a tese de sua candidatura e lançar outro nome, com preferência por Wagner.
Na reunião, estiveram presentes também o presidente estadual do PSDB, Francini Guedes, o deputado federal Genecias Noronha (SD), o presidente do extinto Tribunal de Contas dos Municípíos (TCM) Domingos Filho, o ex-presidente do PSDB no Ceará, Luiz Pontes, e o vice-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa – uma das lideranças do partido de Wagner.
Segundo Francini, a discussão foi voltada para o nome de Capitão Wagner, e houve um pedido pessoal de Tasso para que seja feita uma pesquisa de intenção de votos e satisfação com o nome de Wagner, com "uma nova metodologia". "Naturalmente, depois da pesquisa é que a gente pode ver melhor. Mas foi colocado o nome do Capitão Wagner num destaque", disse o presidente do PSDB.
Wagner reconhece direcionamento da oposição para indicação do seu nome, mas pesa dificuldades e detalhes "que precisam ainda ser definidos" para confirmação de sua candidatura. "Eleição é muito difícil. Demanda planejamento. E vamos brigar contra a máquina do Governo – uma dificuldade que eu expus ao Tasso", avalia o deputado estadual.
Além das dificuldades inerentes à disputa eleitoral, há a preocupação de ficar sem mandato, compartilhada pela cúpula do PR. Wagner avalia que a disputa pela Prefeitura de Fortaleza em 2016 – onde foi superado por Roberto Cláudio (PDT) por apenas 3% dos votos válidos da Capital – se "saiu muito bem" e que as pesquisas dizem que é "um dos nomes mais fortes" na conjuntura política do Ceará.
"Ficar sem mandato pode diminuir essa força de hoje. O Tasso tem preocupação grande em relação a isso, e o direcionamento tá nesse sentido", complementa Wagner.
"A preço de hoje", diz o parlamentar, está como "candidato a deputado federal", mas, "conseguindo viabilizar um grupo forte", garante que aceitará a tarefa.
E a ordem na oposição, conforme Francini, é de fortalecimento. "Vamos essa semana, e na próxima, discutir com muita gente do interior, para ouvir lideranças de oposição. Já estamos conversando. Alguns já vieram até nós. Está uma situação boa."

O POVO Online
Cadernos:

Postar um comentário

A Voz de Santa Quitéria é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais, a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.
Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.
Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: avozdesantaquiteria@outlook.com.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo

[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget