Saiba quais os sintomas e como se prevenir da febre amarela

Com o aumento das áreas de risco de contaminação por febre amarela, e o receio da população de se tornar vítima do mosquito, o que provocou o aumento das filas em postos de vacinação, O POVO Online explica quais os principais sintomas da doença.
O Ceará está fora da área considerada de surto, contudo, segundo a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), 3,5 mil doses do antídoto já foram aplicadas nos 16 primeiros dias do ano, quando normalmente são 2,5 mil aplicações. 
No últimos 15 anos, não houve casos da doença no Estado. Contudo, conforme O POVO mostrou nesta quarta-feira, 17, somente devem procurar a imunização pessoas que forem viajar aos locais listados pelo Ministério da Saúde.
Em nota, a SMS informou que, para ter acesso à vacina nas unidades referenciadas, é necessário apresentar documento de identidade, cartão de vacinação e comprovante da viagem (passagem). A imunização contra a doença tem início dez dias após aplicação da dose.

Sintomas
Os sinais da febre amarela começam a aparecer com até uma semana após a picada, normalmente, em três dias depois do contato com o vírus. As evidências são semelhantes ao observado na dengue:
  • Febre
  • Calafrios
  • Dores no corpo
  • Fortes dores de cabeça
  • Náuseas
  • Vômitos
  • Fadiga
  • Fraqueza
  • Mucosas amareladas
  • Fígado inchado
A doença entra em remissão em cerca de quatro dias. Contudo, em casos mais graves, a doença volta mais intensa após alívio dos sintomas durante dois dias. Nessa situação, os sintomas são mais críticos e há risco de morte:
  • Febre alta
  • Hemorragias
  • Insuficiência dos rins e do fígado
  • Pele amarelada
  • Mucosas esbranquiçadas
  • Vômito com sangue
  • Transmissão
O contágio da doença é feito por vírus transmitido via mosquito, tanto em áreas urbanas quanto silvestres. Em matas e florestas, o mosquito Haemagogus é o responsável pela picada, já nas cidades é o Aedes aegypti. Quanto uma pessoa é infectada, torna-se fonte do vírus para mosquitos.

Prevenção
A melhor forma de prevenção ao contágio é combater o mosquito transmissor. Portanto, deve-se evitar água parada em recipientes como caixas d'água, latas e pneus. A vacinação também é indicada para quem mora nas zonas de risco ou irá viajar para tais locais. Repelentes também ajudam na prevenção.

Tratamento
Não existe tratamento específico para a doença. O que os médicos fazem é amenizar os sintomas, tratando a febre, as dores e repondo o sangue, em casos mais graves.

Informações do Ministério da Saúde sobre Febre Amarela: bit.ly/msfebreamarela

O POVO Online
Cadernos:

Postar um comentário

A Voz de Santa Quitéria é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais, a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.
Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.
Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: avozdesantaquiteria@outlook.com.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo

[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget