645 mil estudantes dependem do transporte público escolar

Uma das condições básicas para o acesso à educação, sobretudo na rede pública, transcende a quantidade de vagas, a estrutura das instituições ou a assiduidade de professores. Em muitos casos, ir ou não à escola é atividade condicionada a um direito que consta entre os básicos da Constituição Federal Brasileira: o transporte. Nos municípios cearenses, dos 2,5 milhões de alunos matriculados na rede pública em 2017, mais de 645 mil dependiam do transporte público escolar para chegar às unidades, de acordo com o Censo Escolar divulgado neste ano pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).
Conforme o levantamento, os modais que concentram os maiores usos - totalizando, juntos, cerca de 88% da demanda - são os ônibus, micro-ônibus, vans e kombis, meios pelos quais mais de 567 mil alunos chegam às escolas do Estado. As bicicletas, embarcações, carroças e trens, segundo aponta o Censo, ainda são responsáveis pelo traslado de 334 estudantes às instituições, parcela bem menor que os outros 77.603 transportados em "outros veículos", como os "paus de arara" - que levantam, muitas vezes, questionamentos sobre a segurança e as condições do transporte.


Além das deficiências no serviço que se tem, outro problema é a proporção oferta x demanda, uma conta que, muitas vezes, ainda não fecha. A necessidade do serviço de transporte público escolar, aliás, apesar de ser mais forte no Interior cearense, incide também sobre a Capital.
De acordo com a Secretaria Municipal de Educação (SME), a Prefeitura de Fortaleza disponibiliza 70 veículos, entre ônibus e micro-ônibus, para transportar cerca de 11.500 estudantes da rede pública, uma proporção média de 164 alunos por automóvel, divididos entre os turnos.

Diário do Nordeste
Cadernos:

Postar um comentário

A Voz de Santa Quitéria é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais, a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.
Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.
Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: avozdesantaquiteria@outlook.com.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo

[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget