Secretário André Costa sabia dos riscos da guerra de facções no Forró do Gago

O Ceará News 7 obteve, com exclusividade, uma conversa reveladora entre um escrivão que trabalha na 6ª Delegacia Distrital, no bairro Messejana, e o secretário de Segurança, André Costa.
No dia 25 de janeiro, uma quinta-feira, André Costa foi alertado que aconteceria um evento no “Forró do Gago”, casa de show onde — em 27 de janeiro — foram vitimadas  14 pessoas em uma chacina. O servidor público informava que o local era reduto de festas patrocinadas por facções criminosas e pedia que a Secretaria de Segurança do Ceará fizesse uma blitz nos arredores do clube.
O escrivão, na conversa, confundiu-se apenas com o dia, dizendo 28, quando na verdade o evento seria 27/01 (sábado). Ou seja, André Costa soube com dois dias de antecedência que iria ter uma festança organizada por facção criminosa e nada fez. A resposta do secretário seria motivo de demissão em qualquer parte do País. “[Nome do escrivão], valeu pela dica. Vamos ver se conseguimos efetivo para uma ação na área. Valeu pela dica. TMJ! [que significa tamo junto]”, encerrando a conversa com figurinhas de uma faca, uma caveira e um soco.


Ceará News 7
Cadernos:

Postar um comentário

A Voz de Santa Quitéria é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais, a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.
Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.
Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: avozdesantaquiteria@outlook.com.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo

[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget