Mais de 10 mil famílias receberão ligações à rede de esgoto gratuitamente

Correria na madrugada. Com rodo, balde e pano nas mãos, uma família de cinco pessoas posicionava-se estrategicamente para tentar conter o avanço de resíduos por todos os cômodos de uma casa, situada na Rua Desembargador Aristides Barcelos, no Vicente Pinzón. “Há dezesseis anos eu moro aqui e há dezesseis anos era esse sufoco. Essa chuva quando vinha alagava a casa toda e saía de tudo dos esgoto. 1h, 2h da manhã acordávamos para limpar, era um aperreio à base de chuva. Não tínhamos condições financeiras e o jeito era ficar nesse sufoco”, explica a dona de casa Maria da Saúde Rebouças.
Na casa de Maria, era constante o caso da fossa transbordar, principalmente em períodos de chuvas intensas. Entretanto, o dilema há de ser apenas uma memória distante na vida da família de Maria (e de tantas outras). Ela foi uma das beneficiadas com a instalação gratuita de ligação de Rede de Esgoto, ação promovida pelo Governo do Estado. Na última quarta-feira (7), a “Se Liga na Rede” foi lançada oficialmente, exatamente um mês após a assinatura da Ordem de Serviço do projeto.
A iniciativa conta com a participação da Secretaria das Cidades e da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), responsáveis pela conscientização das famílias e a execução das obras. No total, 10.202 casas devem ser contempladas com a ação ao longo dos próximos dezoito meses, com possibilidade de estender o contrato por mais seis meses. No total, serão investidos mais de R$ 13,3 milhões, oriundos do tesouro do Estado. 
Até a manhã desta quarta, 7, 978 famílias já passaram pelo processo de sensibilização, onde o proprietário do imóvel é contactado por equipes técnicas da Cagece e concorda com a instalação, mediante a assinatura de um termo de adesão. Outros moradores, que desejarem instalar a ligação e se encontra dentro dos perfis básico ou regular da Cagece, podem solicitar o benefício à companhia.
O auxiliar de serviços gerais Paulo Henrique Pereira, 40, foi o primeiro contemplado com a instalação do equipamento. O homem afirma que nem ao menos fossa era utilizada na residência, localizada na Rua do Morro, sendo o descarte feito à céu aberto, em regiões próximas ao local onde mora com mais sete pessoas. “Até os vizinhos se alegraram, porque era o único da região que não tinha e quando tirávamos ficava o mau cheiro para todo mundo. Agora isso mudou”, comenta.
Apesar da gratuidade do serviço de instalação — que varia entre R$ 400 a R$ 1,5 mil — não há isenções referentes às taxas de esgoto, que correspondem a 80% do valor da conta de água da residência.

Abrangência
Assim como a Capital, o projeto também contemplará residências da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), Cariri e Norte do Estado. De acordo com Carlos Rossas, gerente de desenvolvimento de mercado da Cagece, existe um déficit de ligações de cerca de 100 mil famílias, apenas na área contemplada pelo Se Liga na Rede. A coberta do esgoto no Ceará, hoje é de 40,95%. No entanto, o uso da rede é de 78,96%. Em todo o Estado, a cobertura da rede de esgoto abrange 592.694 ligações.
Carlos explica que o sistema de esgotamento sanitário adequado também serve para evitar problemas de saúde e para o ambiente. “A pessoa passa a usufruir de um serviço que vai ter uma destinação adequada para o meio ambiente, além de evitar ter problemas com doenças diarreicas e problemas na pele. A Cagece vai tratar adequadamente, e esses resíduos deixam de prejudicar o solo. Isso possibilita que a pessoa melhore a sua qualidade de vida”, afirma.

Diário do Nordeste
Cadernos:
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget