Segunda sem lei: violência deixou 22 pessoas assassinadas no Ceará em 24 horas

Após um fim de semana sangrento com 42 assassinatos, o Ceará registrou uma segunda-feira (12) com, nada menos, que 22 homicídios no Estado. Oito pessoas foram mortas nas ruas da Capital, cinco na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) e mais nove no interior. Entre as vítimas estão três mulheres, todas assassinadas a tiros.
Segundo registros da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), através da sua Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) e dos Comandos de Policiamento da Capital (CPC), Metropolitano (CPM) e do Interior (CPI Norte e CPI Sul), das 22 pessoas mortas nesta segunda-feira, 21 foram assassinadas a tiros e uma a golpes de faca.
Em Fortaleza, os oito Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs) ocorrem da seguinte forma, três na região coberta pelo CPC Oeste (bairros Jacarecanga, Pici e Planalto Ayrton Senna), nas Áreas Integradas de Segurança AIS-4, AIS-6 e AIS-9, respectivamente; e outros cinco na área do CPC Leste, nos bairros Lagoa Redonda, Sabiaguaba, Jangurussu, Vicente Pinzón e Ancuri, nas AIS 3, 7, 3, 1 e 3, respectivamente.
Na Região Metropolitana de Fortaleza, foram registrados quatro assassinatos e um caso de achado de cadáver, nos municípios de Pacajus (2 casos), Caucaia (2) e Maranguape.
No Interior do estado, o Comando do Policiamento da região Norte anotou três homicídios, sendo dois na cidade de Itarema (duas mulheres vítimas de assassinato a bala) e Capistrano.
Já no Interior Sul, foram seis homicídios ocorridos nos seguintes Municípios: Icó, Barro (achado de cadáver), Várzea Alegre, Banabuiú, Tauá e Iguatu.

Latrocínio
Entre as 22 pessoas mortas figura uma anciã, de 81 anos, que foi encontrada sem vida  em sua residência, localizada na Avenida José Jathaí, no bairro Monte Castelo, na zona Oeste de Fortaleza. Segundo apurou a Polícia, a aposentada foi assassinada a golpes de faca e o assassino levou as moedas que a vítima colocava num cofrinho. Por volta do meio-dia, uma faxineira entrou na casa para deixar o almoço de Horácia e a encontrou morta  no banheiro. O cofrinho estava quebrado e o ladrão levou as moedas.
Os peritos constataram que, além dos golpes de faca, a anciã também foi asfixiada. O crime caracterizou-se como latrocínio (roubo seguido de morte) e o criminoso não foi ainda  localizado.
Já na cidade de Tauá, na Região dos Inhamuns (a 337 km de Fortaleza), foi registrado o terceiro assassinato em menos de 72 horas. No bairro Alto do Brilhante, o jovem Remo Alves Moreira, 22 anos, foi morto a tiros por dois homens que trafegavam em uma motocicleta.
Na cidade de Banabuiú, bandidos invadiram uma padaria para assaltar, mas o dono reagiu e atirou, matando um dos assaltantes. O proprietário, identificado por “Gordinho”, também foi ferido a tiros, mas não corre risco de vida.

Homicidômetro
Com os 22 assassinatos ocorridos nesta segunda-feira (12), subiu para 1.090 o número de  assassinatos no Ceará desde o início do ano.

Fernando Ribeiro
Cadernos:

Postar um comentário

A Voz de Santa Quitéria é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais, a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.
Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.
Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: avozdesantaquiteria@outlook.com.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo

[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget