Ceará gera emprego em março pela primeira vez desde 2010

O Ceará fez 238 contratações a mais que o número de demissões em março, segundo dados divulgados nesta sexta-feira, 20, pelo Ministério do Trabalho e Emprego. Conforme o Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged), o Ceará não tinha saldo positivo na geração de empregos no mês de março desde 2010, quando o estado havia gerado 6,4 mil postos formais de trabalho.
O estado obteve geração principalmente devido ao setor de serviços, que criou 817 vagas com carteira assinada além das demissões. Também tiveram saldo positivo os setores extrativo mineral (20 vagas) e administração pública (42).
Houve redução na força de trabalho na indústria da transformação (-99), construção civil (-83), agropecuária (-456) e serviços industriais de utilidade pública (-38).
Fortaleza teve pelo terceiro mês seguido perda de emprego. Na capital cearense, em março, houve 53.588 contratações com carteira assinada e 55.777 demissões, o que ocasionou uma perda de 2.189 postos de trabalho (-0,34%).

G1 CE
Cadernos:
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget