TCE investiga indícios de superfaturamento na construção do centro de eventos

O Tribunal de Contas do Estado resolveu abrir Tomada de Contas Especiais para apurar os indícios de superfaturamento das obras do Centro de Eventos do Estado. O processo  nº 05844/2012-9 revelou evidências de irregularidade na celebração de aditivos ao Contrato nº 024/2009, firmado entre a Setur e o Consórcio Galvão – Andrade Mendonça, com interveniência DER e tinha como objeto a construção do “Pavilhão Multiuso do Ceará”, denominado “Centro de Eventos do Ceará”, por um valor de R$ 279.754.057,45.
Entretanto, segundo dados revelados pelo O Povo, o processo constata que dez aditivos feitos no contrato fizeram o valor da obra saltar de R$ 279,7 milhões para R$ 376,5 milhões, 34% acima do custo previsto originalmente. Do total de 14 aditivos de contrato, quatro prorrogaram o prazo da obra e dez alteraram o valor previsto.
A maioria do colegiado presente à sessão plenária na terça-feira, 10, também fixou um prazo de 30 dias para que ex-gestores da Secretaria do Turismo (Setur), Bismarck Maia,  e do Departamento de Edificações e Rodovias (DER), solidariamente com as empresas Galvão Engenharia S/A e a Construtora Andrade Mendonça Ltda, apresentem defesa ou, reconhecendo o débito, recolham o valor mencionado.

Focus.jor
Cadernos:
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget