Tarifa de contingência de água arrecada quase R$ 200 milhões, informa Cagece

A Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) informou que, desde que implantou a tarifa de contingência, já forma arrecadados quase R$ 200 milhões. A medida passou a valer em dezembro de 2015.
A cobrança da taxa surgiu como uma tentativa de estimular a população a diminuir o consumo de água, levando em consideração a crise hídrica no Estado. Funciona assim: Cada residência possui um limite de consumo mensal. Esse limite não deve ser ultrapassado e, caso isso aconteça, a tarifa é acrescentada à conta.
Conforme a Companhia, o consumo per capita de água diminuiu 21% em comparação com o ano de 2014.
O dinheiro arrecadado com a cobrança da tarifa é utilizado para combate a vazamentos e outras ações contra o desperdício, com a aprovação das agências reguladoras. “A Cagece tem um comitê que analisa mensalmente as necessidades de novas ações que visem o combate de desperdício, redução de perdas e substituição de redes”, explica Agostinho Moreira, superintendente comercial da companhia.
O preço médio por metro cúbico de água atualmente é de R$ 3,55, mas a meta estipulada para a tarifa de contingência depende de cada residência.

G1 CE
Cadernos:

Postar um comentário

A Voz de Santa Quitéria é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais, a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.
Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.
Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: avozdesantaquiteria@outlook.com.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo

[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget