Após se acertar com governo, Domingos Filho decide disputar vaga à Assembleia

Fora da Assembleia desde 2010, o conselheiro em disponibilidade do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Domingos Filho (PSD), voltou ao páreo por nova vaga de deputado estadual. Presidente da Casa por dois mandatos seguidos e parlamentar por quatro, ele retorna com chance de ser a novidade em disputa que já era considerada “acertada” na base aliada.
Opositor de Camilo Santana (PT) de dezembro de 2016 até o início deste ano, Domingos tem se reaproximado do governador em aliança articulada por Cid Gomes (PDT). Como vinha anunciando possibilidade de disputar por cargo majoritário, a confirmação de sua candidatura à Assembleia causou “surpresa” entre deputados ouvidos pelo O POVO.
“É uma surpresa, pois ele tinha ventilado outra possibilidade”, disse Sérgio Aguiar (PDT). Nos bastidores, a indicação alertou aliados com menos potencial de votos, por conta do peso da entrada do ex-deputado – aliado de vários prefeitos do Interior – na disputa. Aguiar, no entanto, minimiza.
“Pelo menos para nós do PDT, não há nenhum temor. É até o contrário, seria uma candidatura para somar”. Domingos pode influir, inclusive, na sucessão de Zezinho Albuquerque (PDT) na presidência da Assembleia.
Sérgio destaca que a influência de Domingos no PSD – em especial no plano nacional – pesou na articulação, até para garantir novos apoios para candidatura de Ciro Gomes (PDT) à Presidência da República. “Acho que esse é o grande objetivo, para que aproxime o partido (PSD) com o Ciro”.
Procurado pelo O POVO, Domingos Filho minimizou que sua candidatura possa “atrapalhar” planos de outros deputados da base em busca de reeleição. “Até porque eu já tenho um substituto na Assembleia, o deputado Odilon Aguiar, que apoia minha candidatura”, diz.
Sobre possível aliança entre o PSD e Ciro Gomes, ele destaca que o partido já confirmou apoio à candidatura de Geraldo Alckmin (PSDB) no 1º turno, mas não descartou defender aliança com o ex-ministro cearense em caso de um 2º turno sem o tucano. Ele confirma, também, que a sigla apoiará candidatura de Ciro no Estado mesmo com a aliança nacional com o PSDB.
“O partido sabe que as circunstâncias e palanques regionais tem influência total”, diz.

 O POVO Online
Cadernos:
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget