Lula quer gravar vídeos para campanha eleitoral de dentro da prisão

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) entrou com pedido junto a Justiça Federal para que Lula possa realizar atos de pré-campanha e da Convenção Nacional do PT, marcada para o dia 28 de julho, por meio de videoconferência ou vídeos previamente gravados na sede da Polícia Federal em Curitiba, onde o ex-presidente está preso desde 7 de abril. A juíza Carolina Lebbos, da 12ª Vara Federal de Curitiba, vai analisar o pedido feito na última sexta-feira, 8, pelo advogado Eugênio Aragão, em nome do PT.
O PT tem mantido o nome de Lula como presidenciável. O partido alega que ele tem direito de gravar vídeos para ser usado na campanha, porque ele não está com seus direitos políticos suspensos. O argumento do partido é que não pode haver uma impugnação prévia da candidatura, antes da apresentação do registro à Justiça Eleitoral, por isso o ex-presidente tem direito de se apresentar como presidenciável.
As informações são do jornal O Globo.
Cadernos:
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget