Operação que investiga fraudes afasta secretários e agentes públicos de Tauá e Itatira

Uma operação deflagrada pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) nesta quinta-feira (7) culminou no afastamento de secretários e outros agentes públicos dos municípios de Tauá e Itatira, no Interior do Ceará. Ao longo da manhã, diversos mandados de busca e apreensão foram cumpridos nos dois municípios, fruto de investigações que apontam fraudes na área de educação de Tauá.
Conforme o MPCE, foram afastados das funções públicas a secretária de Educação de Tauá, Maria Gertudes Mota; a coordenadora de despesas da mesma secretaria, Edite Luiza da Silva Ló; e o secretário do Gabinete do Prefeito, Antônio Alberto Mota. A ação se deu através dos promotores de Justiça Karina Mota Correia, Jucelino Oliveira Soares e Marcos Barbosa Carvalho.
Batizada de "Pela Estrada Afora", a operação do MPCE  foi decretada pelo Juízo da 2ª Vara da Comarca de Tauá, em sede de ação cautelar antecedente à ação de improbidade administrativa. Segundo as investigações, há indícios de fraudes em processos de licitação e dispensas licitatórias no serviço de transporte escolar de alunos do município de Tauá.
Ao longo desta manhã, o MPCE, juntamente com membros da Procuradoria dos Crimes Contra a Administração Pública (Procap), Polícia Civil e Polícia Militar apreendeu documentos na Secretaria de Educação, de Finanças e Comissão de Licitação de Tauá, além de outros itens nas residências dos investigados.

Diário do Nordeste
Cadernos:
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget