Protesto contra estupro de crianças e jovens leva 5 mil pessoas às ruas de Itapajé

A população de Itapajé se reuniu e conseguiu levar 5 mil pessoas às ruas do Município em protesto contra o estupro de crianças e jovens. A ação aconteceu ontem (22) e teve como principal alvo o silêncio da Igreja sobre os crimes. Um dos casos de estupro aconteceu com um aluno, uma criança, do Patronato São José, escola administrada pela Diocese de Itapipoca e que tem como diretor padre Marques.
Segundo os pais de algumas crianças, a diocese de Itapipoca tenta abafar o caso e se recusa a exonerar a diretoria da escola. Algumas crianças estão sem estudar e vão perder o ano letivo porque foram proibidas pelos pais de frequentar o Patronato, onde aconteceu o caso mais grave. Lá, um garotinho de apenas 6 anos foi amordaçado por dois funcionários dentro do banheiro e estuprado em quatro momentos diferentes.

Bom trabalho
A população também pedia a volta do delegado André Firmino, responsável por prender os estupradores. Ele foi transferido do Município sem nenhum motivo. Em alguns momentos durante a caminhada, milhares de crianças em coro pediam a volta do “anjo protetor”.
A pacata cidade de apenas 50 mil habitantes vem vivendo dias de terror, depois que 17 estupradores foram presos, os últimos dois eram funcionários do Patronato São José, pela Polícia Civil nos últimos seis meses.

Em tempo
Uma das mães que tinha um filho no Patronato de Itapajé sofreu um AVC depois que o crime foi revelado. Segundo relatos, ela vinha sofrendo muito e dormindo mal com o absurdo que aconteceu na escola.


Ceará News 7
Cadernos:
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget