Ataques a ônibus e prédios na Grande Fortaleza foram represália por morte de criminosos em Amontada

O titular da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa, confirmou durante coletiva de imprensa realizada neste domingo, 29, que os ataques a ônibus e prédios públicos e privados foram motivados em represália a mortes de criminosos. Depredações aconteceram entre a última sexta-feira, 27, e esse sábado, 28, em Fortaleza e Região Metropolitana.
De acordo com o secretário, as ações criminosas aconteceram após a realização de uma ação da Polícia Civil, na última quinta-feira, 26, no município de Amontada, a 168 Km de Fortaleza. Durante a ação, o policiais foram recebidos por tiros. Ao revidarem, três criminosos morreram no local. Um policial teve o colete de proteção atingido por bala mas passa bem. 
O secretário informou que foi realizado um plano estratégico de segurança em parceria com o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) e com a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor). O policiamento está sendo reforçado em toda Capital, com o objetivo de capturar os envolvidos na ação.

O POVO Online
Cadernos:

Postar um comentário

A Voz de Santa Quitéria é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais, a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.
Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.
Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: avozdesantaquiteria@outlook.com.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo

[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget