Camilo diz que procurou Eunício porque ele assumiu a presidência do Senado

Depois de declarar que a aliança com o senador Eunício Oliveira (MDB) seria "natural", o governador Camilo Santana (PT) manifestou o motivo dos dois terem se aproximado nos últimos meses. Reconhecendo que "toda a população do Ceará" está ciente de que ambos eram adversários na disputa ao governo do Estado, em 2014, o petista revelou também que já há reunião marcada para decidir apoios e coligações das legendas.
Em entrevista ao programa Opinião do Povo, da rádio Cultura dos Inhamuns, de Tauá, nesta segunda-feira, 23, Camilo Santana disse que sua aproximação com Eunício aconteceu graças ao posto de presidente do Senado Federal, assumido pelo emedebista, em fevereiro de 2017. "Eu o procurei, principalmente porque o senador assumiu um dos cargos mais importantes deste País, que é a presidência do Senado Federal", informou.
"Nós (Camilo e Eunício) temos a obrigação de trabalhar pelo nosso Estado", disse o governador, que mencionou ter sido "bem recebido" por seu então adversário nas eleições de 2014. "Encontrei no senador Eunício as portas abertas para fazer as parcerias importantes em benefício do povo cearense", explicou.
O governador, que já manifestou interesse em concorrer à reeleição em outubro, certificou que, enquanto presidente do Senado, Eunício tem papel "fundamental na obtenção de recursos" para o Ceará.
"Nós estamos nos aproximando para viabilizar recursos importantes para o povo cearense. (Então) É natural que essa parceria continue agora nas eleições, até porque quem ganha com isso não é o Camilo, não é o Eunício. Quem ganha é o povo do Ceará", projetou o petista, que espera o senador voltar de viagem para tratarem com partidos aliados os planos para as eleições. "Já temos uma reunião para definir todos os apoios, coligações".
Questionado sobre a partida de futebol em que os dois jogaram juntos durante a inauguração da Areninha de Limoeiro do Norte, em junho, o petista relembrou do entrosamento com o emedebista. "A gente trocou passes e ele acabou fazendo o gol. Eu também fiz gol lá. Os dois fizeram gols na Areninha de Limoeiro", narrou de suas lembranças, o governador.
Desenhando paralelo entre futebol e política, Camilo disse ainda que joga no ataque e que espera marcar "muitos gols", caso ajudem-no. "Pretendo fazer mais gols, se meus colegas de time me ajudarem, porque a gente joga em equipe. A torcida está boa".

O POVO Online
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget