Escola de Samba do Rio de Janeiro fará homenagem a Rachel de Queiroz e José de Alencar em 2019

O bode Ioiô não será o único cearense a ser homenageado na Sapucaí em 2019. Além do personagem da Paraíso do Tuiuti, dois outros representantes ilustres serão lembrados na Avenida do Carnaval, pela Escola de Samba União da Ilha do Governador: os escritores Rachel de Queiroz (1910-2003) e José de Alencar (1829-1877). O enredo "A peleja poética entre Rachel e Alencar no avarandado do céu", que será desenvolvido pelo carnavalesco Severo Luzardo, foi anunciado agora em julho, e a sinopse deve ser divulgada até o final deste mês.
Com mais de 40 anos de carreira, Severo, que nasceu no seio da Escola de Samba Os Rouxinóis de Uruguaiana - RS (onde o pai era presidente e a mãe carnavalesca), já falou de quase tudo nos enredos que escreveu ao longo das últimas décadas. "Mas nunca fiz um enredo específico sobre o Ceará. Agora é um olhar voltado para a literatura e eu vejo que o Brasil hoje precisa ter foco pra isso", defende.
A escolha de Rachel e Alencar foi estratégica. "Não sou eu, carnavalesco, que vou contar as histórias. Quem vai contar são eles, dois acadêmicos da Academia Brasileira de Letras, por meio do que deixaram escrito", revela - em referência à Rachel de Queiroz, primeira mulher empossada na ABL, e a José de Alencar, patrono da cadeira de número 23, por escolha de Machado de Assis.
"As linhas que tramam suas histórias, revelam saberes passados de pai para filho e assombrações que povoam o imaginário popular dessa terra cercada de mar, mas com o chão emoldurado pela seca do sertão. Fé embalada em oração e festejada ao som da sanfona e do cordel", destaca a síntese do enredo.
Processo
Desde garoto, Severo viaja pelo Ceará. Na última visita ao Estado, conheceu a Casa de José de Alencar, em Messejana, e teve experiências que impulsionaram o conceito da União da Ilha para 2019. "Lá tem uns painéis em exposição e um retrata a indumentária regional, com o couro em evidência. Quando você lê sobre isso em Alencar, percebe que é super atual. Basta lembrar o Mestre Espedito Seleiro, com um couro recortado colorido tão característico daí", detalha o carnavalesco.
Em Rachel, ele recorta a descrição do uso de renda por uma das personagens da escritora. "Essa estética é a que foi disseminada para o mundo, que fica na imagem afetiva do povo, das rendeiras do Ceará como artistas que fazem coisas espetaculares", ressalta.
O carnavalesco pretende lançar um olhar para tudo isso e fazer uma coletânea de coisas que já foram ditas e outras que vêm sendo reveladas. "Quando a gente coloca essa peleja no avarandado do céu, imaginamos Rachel e Alencar lá sentadinhos na varanda, discutindo, pelejando poeticamente. E nós aqui com a liberdade de carnavalizar algumas coisas pra deixar tudo mais bonito. O carnaval precisa ser lúdico, ter cor, vibração, tocar as pessoas. Tudo será mais intenso na Avenida", observa.
Aproximações
Há três anos assinando enredo para a União da Ilha, Severo define a Escola como "alegre, feliz; é a mais querida do Grupo Especial, familiar, tem essa característica". E isso, de certa forma, aproximou-a do Estado escolhido para representar em 2019. Depois de assistir ao espetáculo musical "Ceará Show", realizado pelo Beach Park, uma frase cativou o carnavalesco: "O cearense é um povo que luta pelo sorriso e pela felicidade".
"Nesse momento, abri minha agenda e escrevi isso. Achei que linkava com o que acredito e dava o tom da narrativa: muito alegre e de sorrisos para todo mundo", adianta. Mais detalhes sobre o enredo ele promete adiantar somente daqui uma semana, quando voltará ao Ceará para mais pesquisas. O objetivo é também conquistar patrocinadores para fazer bonito na Sapucaí.
"O carnaval é cultural, e é transmitido pela TV Globo, que retransmite para mais de 130 países. Temos uma penetração altíssima. Este ano entramos no dia 12 de fevereiro com um enredo sobre gastronomia brasileira e, dia 13, o Google registrou os maiores recordes de pesquisas sobre o tema. Somos um veículo forte para levar cultura", finaliza, estimando fazer o mesmo com a literatura cearense.
Diário do Nordeste
Cadernos:
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget